nho Resistente Existencial: (1833) Sem alternativa

Resistente Existencial

Extractos irónicos e provocantes acerca de política, sociedade, media, cultura e do umbigo de um desalinhado anjo caído.

quarta-feira, agosto 31, 2005

(1833) Sem alternativa


   Confirmados Jerónimo e Soares, e a confirmar-se Cavaco, escreve-se mais uma página no livro da nossa estagnação democrática. Não há verdadeiramente alternativa, a candidatura de Soares surge basicamente para que Cavaco não venca e o PS mantenha o seu bastião presidencial. A de Jerónimo é uma farsa quase anunciada, feita apenas para angariar popularidade para o líder e espaço de antena. Falta o Bloco de Esquerda (o PP não tem propriamente "vocação nacional"), e aqui se jogará um dos dados mais importantes desta eleição. Será que o BE dá mais um passo para a institucionalização e faz de Louçã, Fazenda ou Ana Drago um candidato, ou será que produz alguém realmente independente, uma alternativa para levar até ao fim, precisamente para questionar esta permanência do passado na actualidade? Eu acho que o BE se deve institucionalizar para se responsabilizar. Mas não neste caso, em que estamos perante uma das nossas maiores fraquezas: a decadente alternância do Bloco Central.

Ps. Quando votarem, lembrem-se de Sampaio, lembrem-se de Sampaio, lembrem-se de Sampaio.

Pps. Alegre revelou-se pouco mais que uma novela. O processo devia ser discutido dentro de casa, sem ser o ego a imperar. Sobre ele, Soares disse tudo numa frase, em entrevista à Sic Notícias: "para se ser candidato presidencial é preciso ter apoios".

5 Comments:

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter
A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
  • Livro de Reclamações:

  • nunopinho(AT)vianw.pt

    (Substituir (AT) por @)