nho Resistente Existencial: (1815) Vá, confessem

Resistente Existencial

Extractos irónicos e provocantes acerca de política, sociedade, media, cultura e do umbigo de um desalinhado anjo caído.

sexta-feira, julho 29, 2005

(1815) Vá, confessem


   Estas pessoas que fazem manifestos em matéria económica são muito como a Igreja. Negariam até à morte (embora mentir seja pecado) que têm intenções políticas, mas no fundo o que mais aspiram é ter influência política na vida das pessoas, sem se comprometerem e usando a sua suposta neutralidade ou imparcialidade como factor de legitimação. Confessem, assumam-se! No entanto, eu percebo a tentativa de não "sujar as mãos". É que ainda alguém iria lembrar o resultado do que foi a experiência governativa de muitos destes senhores...
Site Meter
A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
  • Livro de Reclamações:

  • nunopinho(AT)vianw.pt

    (Substituir (AT) por @)