nho Resistente Existencial: (1672) Palavras

Resistente Existencial

Extractos irónicos e provocantes acerca de política, sociedade, media, cultura e do umbigo de um desalinhado anjo caído.

quinta-feira, maio 19, 2005

(1672) Palavras


   A pragmática do discurso governamental em matéria de finanças e economia tem obedecido, nos últimos tempos, a uma concertada estratégia. Que não é necessariamente original. Do parlamento vieram os primeiros sinais, com alguns ministros (como o da saúde) a avisar sobre os rombos financeiros deixados pelo executivo anterior. Resultado, menos teria que ser feito. O discurso atinge o nível nacional quando o "relatório constâncio" se aproxima da conclusão. Há dois momentos de dramatização: primeiro, quando o governador do Banco de Portugal avisa que a situação estava pior do que em Janeiro. Segundo, quando é chamado pelo Presidente da República a Belém. Consequentemente, Sócrates assume-se preocupado com esta nova situação e avisa que a acção do Governo está dependente do apuramento do verdadeiro valor do défice.

   Creio que tudo isto representa apenas uma maneira difícil de retomar o discurso da "herança" e lançar medidas difíceis. Não é por acaso que se fala de Janeiro, antes das eleições. No entanto, o PS, mesmo em campanha, tinha obrigação de saber e de nos poupar tempo. Também a divulgação do relatório é irrelevante, pois todos sabem da gravidade do défice (mais décima, menos décima) há muito tempo. Também não é agora que se vão pensar em medidas. O anúncio pós-relatório apenas serve para as legitimar e ganhar tempo (como noticiou o "Expresso", há desacordo no Governo quando a dureza das medidas a aplicar). Colateralmente, o Governo mantém a confiança no discurso e tentará fazer pedagogia. Esperemos é que não se trate de paternalismo à Bagão Félix. Nesta matéria, Sócrates tem de ser claro. Se vai seguir pela via das medidas difíceis, tem de as explicar e contrabalançar com contrapartidas visíveis. O aperto do cinto não pode ser conjuntural, mas desembocar em melhorias concretas a médio prazo. Tudo isto significa comprometer-se com resultados e combater ferozmente o despesismo do Estado e a fuga à fraude fiscal.
Site Meter
A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
  • Livro de Reclamações:

  • nunopinho(AT)vianw.pt

    (Substituir (AT) por @)