nho Resistente Existencial: (1639) Rídiculo corporativista

Resistente Existencial

Extractos irónicos e provocantes acerca de política, sociedade, media, cultura e do umbigo de um desalinhado anjo caído.

sexta-feira, maio 06, 2005

(1639) Rídiculo corporativista


   Ontem ouvi na SIC-N um senhor defender que as férias judiciais não podiam ser reduzidas porque era nessa altura que se aproveitava para tratar de muitos casos para os quais não havia tempo no período normal de trabalho. Ou seja, defende-se a continuação das férias...para trabalhar. Pena que ninguém se tenha lembrado de questionar o comentador sobre o seguinte. Se é preciso mais tempo para trabalhar, então se calhar é melhor aumentar o tempo de trabalho, certo? Enfim, até mete dó.

Ps. Não falo na completa ausência de conhecimento. Os professores também gozam de muito tempo livre para trabalho fora da escola, que, diga-se em abono da verdade, é muito mal aproveitado. Serve simplesmente para fazer menos e só quando apetece.
Site Meter
A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
  • Livro de Reclamações:

  • nunopinho(AT)vianw.pt

    (Substituir (AT) por @)