nho Resistente Existencial: (1416) Desculpem bater no ceguinho...

Resistente Existencial

Extractos irónicos e provocantes acerca de política, sociedade, media, cultura e do umbigo de um desalinhado anjo caído.

sexta-feira, março 04, 2005

(1416) Desculpem bater no ceguinho...


   ...mas, pelas declarações no último "Quadratura do Círculo", Pacheco Pereira parece estar relativamente arrependido da sua cruzada contra o PSD de Santana Lopes. Não que não acredite no que disse, mas porque percebeu que - em termos partidários - foi longe demais. Há uma frase que o trai, quando diz que sabe que não poderá ter o papel de relevo no "novo" PSD que até "gostaria de ter". E Pacheco sempre usou a sua pertença ao partido como meio amplificador das suas criticas, como facto que sublinhava a sua liberdade de expressão (se não fosse militante, perdia-se esse efeito), e deve-lhe ter custado a proposta de expulsão. De certa forma, gosta de ter sido o mais acérrimo e acertado crítico de Santana, mas terá a percepção de ter ficado demasiado à margem do partido. Talvez daí a sua declaração de voto no PSD. Não será fácil o partido perdoar-lhe. Como disse António Lobo Xavier no programa, Pacheco ultrapassou a fronteira da "união em tempos de eleições". Cá para mim, o partido é que perde.
Site Meter
A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
  • Livro de Reclamações:

  • nunopinho(AT)vianw.pt

    (Substituir (AT) por @)