nho Resistente Existencial: (599) Para reflectir

Resistente Existencial

Extractos irónicos e provocantes acerca de política, sociedade, media, cultura e do umbigo de um desalinhado anjo caído.

quinta-feira, setembro 23, 2004

(599) Para reflectir


   Debate do PS e Unanimismo do PSD , por Pacheco Pereira

No PSD vive-se um período muito diferente, de grande anomia partidária, e de um unanimismo esmagador. Tudo indica que este unanimismo se concentra no "aparelho" partidário (como no PS teria acontecido se o confronto de candidaturas não tivesse dissolvido o apoio maciço do "aparelho" a Sócrates), e é bem menor entre os militantes e os eleitores do partido. O peso deste unanimismo não é de agora, dado que a tradição de debate no PSD é diferente, em parte porque há uma cultura de autoridade interna que coexiste com uma tradição de rebelião, hoje já muito enfraquecida.

Nota: não deixa de ser assinalável como figuras menos de plástico e menos "pragmáticas" como Alegre ou Pacheco Pereira sejam cada vez mais arrumados para as gavetas indesejáveis dos partidos. Será que estes têm a força ou o desejo de mudar a situação?

   Contributos para o Debate Ideológico no PS (II) , por André Freire

Para se cumprir o desiderato da igualização das oportunidades de vida dos indivíduos, é fundamental a intervenção do Estado na educação, na ciência, na saúde, na segurança social e na regulação dos mercados. O capital privado visa o lucro e, por isso, até hoje ninguém conseguiu explicar como é que, sem um papel central do Estado nos domínios supra-referidos, se consegue atingir tal desiderato.

   Serviço Público , por Adriano Alvarez

Na noite de terça-feira, pouco passava das 20h, o ministério da Educação anunciou, para as 21h, uma conferência de imprensa com decisões sobre a matéria. A dita prelecção acabou por se iniciar pelas 21h45. (...)
É verdade que o Telejornal RTP 1 esteve em directo no local da conferência e que "esticou" o seu bloco informativo para a tentar cobrir. Só que, depois, José Rodrigues do Santos, director de informação do canal e "pivot" do Telejornal, acabou por remeter o directo para a RTPN, o canal por cabo da TV pública, como se todos os portugueses tivessem a obrigação de serem assinantes da televisão por cabo. Ficámos assim a saber que para a RTP 1, serviço público é o "Quem quer ser milionário".
Site Meter
A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
  • Livro de Reclamações:

  • nunopinho(AT)vianw.pt

    (Substituir (AT) por @)