nho Resistente Existencial: (542) Blogo Noticioso

Resistente Existencial

Extractos irónicos e provocantes acerca de política, sociedade, media, cultura e do umbigo de um desalinhado anjo caído.

terça-feira, setembro 14, 2004

(542) Blogo Noticioso


   I - Europeus Pensam Adoptar Linha mais dura em relação ao Irão - "Há um risco de que o Irão esteja a cometer um grande erro. Espero que percebam isso. Se não, acabaremos numa situação muito grave." (Joshka Fischer). Eis como a guerra do Iraque enfraqueceu a diplomacia mundial. Sabendo do fracasso iraquiano, como é que os iranianos vão levar a sério as ameaças dos ocidentais? Vai ser duro.

   II - Em Darfur, como Antes em Timor, as Pessoas Sentem "Terror do Governo" - Entrevista à socialista Ana Gomes, que esteve em Darfur. O relato é tão mais importante pela ausência (já esperada) de nuances diplomáticas no discurso da Eurodeputada - "É evidente que as milícias actuam a mando do Governo e não há dúvida de que o que se está ali a ver é uma guerra do Governo contra o povo de Darfur. "

   III - Call Center - Acho que o B. devia responder a este artigo de Vítor Malheiros, no mínimo repleto de má-fé e arrogância, no máximo, imbecil. E pensar que se pode ganhar dinheiro assim.

   IV - U2 revelam nome para novo álbum - «How to Dismantle an Atomic Bomb» é editado a 22 de Novembro, antecedido no dia 8 pelo single "Vertigo".

   V - Oito em cada dez hackers vivem no Brasil - Então não era o país do Samba?

   VI - Forbes coloca PT nas 400 melhores empresas - Não é devido à qualidade do serviço, certamente. O nosso pedido de instalação de um telefone obteve como resposta a promessa de sermos contactados num prazo de cinco dias úteis para a marcação. Se houvesse verdadeira concorrência no sector, queria ver se respondiam assim.


Para reflectir


A Turquia e o Adultério , por Amílcar Correia

A intenção do Governo de Ancara em restaurar a pena de prisão para o adultério, um mês antes da apresentação de um relatório da UE determinante para a Turquia iniciar o processo de adesão ou não do país, é a confirmação de que há muito ainda a separar o país das restantes nações europeias.

O Fim da Gratuitidade do SNS?, por Vital Moreira

A declaração do IRS, que deveria ser um retrato fiel do nível de rendimentos de cada pessoa (ou de cada família), torna-se imprestável como critério diferenciador minimamente credível, dados os conhecidos níveis de isenção ou de evasão fiscal na tributação dos rendimentos de capital, dos empresários e profissionais liberais. Tudo indica que o resultado seria altamente injusto em termos de equidade, fazendo pagar mais aos titulares de rendimentos médios ou elevados por conta de outrem, que já são quem paga proporcionalmente mais impostos. Além de uma revisão constitucional, seria necessária portanto também uma revolução fiscal.

Nota: tal como PG, creio que mais que o problema constitucional, esta "medida" (para já é apenas título de jornal) enfrenta o problema da pouca credibilidade das declarações de IRS. Também estou de acordo com a ideia de que, mais tarde ou mais cedo, os contribuintes (de uma forma justa) terão de contribuir mais para a sustentabilidade dos benefícios sociais. Contudo, para além do combate à evasão fiscal, considero ainda vital a diminuição das despesas supérfluas e o aumento da eficácia e qualidade dos serviços, medidas totalmente imputáveis à governação.

Os Ricos que Paguem a Crise , por João Paulo Guerra

Os pobres dos ricos que vivem em habitação própria e têm segunda e terceira casas para os tempos de lazer, os que frequentam consultórios particulares, no país ou no estrangeiro, os que se deslocam em carros de alta cilindrada – sinal da retoma –, nada têm que temer. Agora, os ricos que esperam por um transporte, para depois viajarem como sardinha em lata, os poderosos que aguardam um dia inteiro por um olhar apressado de um médico num hospital ou num posto de saúde, os opulentos que habitam decrépitas assoalhadas num prédio a ruir na «baixa» de Lisboa ou do Porto, esses ricos estão feitos. Esses ricos vão pagar a crise. A crise dos pobres propriamente ditos e a dos pobres dos ricos.
Site Meter
A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
  • Livro de Reclamações:

  • nunopinho(AT)vianw.pt

    (Substituir (AT) por @)